• Cecilia Gomes

Como Receber Remotamente

Atualizado: Jul 18



Mais do que nunca, é preciso melhorar nossa gestão, tanto no que diz respeito aos gastos quanto às receitas.


Todo empreendedor deve rever sua estrutura de custos e despesas e fazer as adequações necessárias para preservar ao máximo seu caixa. O mesmo vale para os profissionais liberais, que estão atendendo remotamente, tais como professores de ginástica, fonoaudiólogos, terapeutas em geral.... Agora o foco deve ser sobreviver a esses meses em que a crise será mais pesada.


Nestes contextos, é muito comum pensarmos em como cortar gastos. Mas hoje eu quero falar com você sobre como receber seus pagamentos neste período. Tenho observado que muitas empresas e profissionais estão acostumados a receber somente no próprio estabelecimento, no ato do pagamento. 


Sim, a situação pela qual passamos é crítica. Extremamente delicada e inédita. O momento de confinamento pelo qual estamos passando acarreta necessariamente uma crise no cenário econômico e uma reviravolta na maneira de ganhar dinheiro. 


No entanto, há nichos de mercado que seguem trabalhando (com alguma adaptação) e outros que já transformaram suas maneiras de funcionar para atender novas demandas. 


É muito importante para o seu negócio neste momento estimular ao máximo os clientes, deixá-los seguros para pagamentos virtuais e facilitar como você puder este processo para eles.


Então, falando especificamente das receitas, fiz um levantamento de diversas formas diferentes de recebimento remoto, para você avaliar como fica melhor pra você. Nesta matéria vou incluir um resumo, mas vale à pena você baixar o ebook gratuito, que eu preparei com mais detalhes.


>> BAIXE GRÁTIS O EBOOK COM O LEVANTAMENTO DE FORMAS DE PAGAMENTO (incluindo pesquisa comparativa de valores e taxas cobrados por diferentes empresas para emissão de boletos) <<


Depósito / TED / DOC


Existe o bom e velho depósito em conta corrente nos caixas eletrônicos, que está um pouco comprometido visto que estamos em momento de reclusão e ninguém está querendo sair para ir ao banco.


Quando a empresa e o cliente trabalham com o mesmo banco, essa operação é mais fácil, e pode ser feita eletronicamente sem qualquer custo via internet banking ou aplicativo.


Quando empresa/empreendedor e cliente trabalham com bancos diferentes, a solução acaba caindo no TED/DOC, mas que pode acarretar no pagamento de tarifas bancárias, dependendo do pacote de serviços que o seu cliente contratou no banco dele. 


Como não estamos em tempo de perder vendas e sim de facilitar ao máximo a vida do cliente, que tal absorver a tarifa do TED/DOC dando um desconto no valor que ele terá que pagar ao banco neste caso? Com isso, você elimina essa barreira e ainda recebe o dinheiro diretamente na sua conta, no máximo em 24h (caso ele faça um DOC e não uma TED).


Boleto


O boleto é uma forma de pagamento interessante pois não gera qualquer custo para o seu cliente e ele pode pagar facilmente por qualquer internet banking ou app de banco.


Os principais serviços irão notificar você do pagamento em até 24h e farão a transferência em até 48 horas. Para o seu negócio, pode haver algum custo de emissão do boleto, dependendo do seu banco.  


Se seu banco é digital, como Inter e Nubank, por exemplo, você pode usar os boletos a que tem direito para fazer depósitos e enviá-los aos seus clientes, de forma gratuita.


Caso o seu banco cobre pela a emissão de boletos bancários, recomendo comparar os valores cobrados pelo seu banco com outras plataformas de vendas online como Asaas, Gerencianet, Conta Azul, Boleto Fácil / Juno, Safe2Pay... Geralmente essas plataformas não cobram taxas de emissão, apenas por boletos pagos.


Algumas plataformas também gerenciam pagamentos por cartão de crédito, assim você pode concentrar essas duas modalidades em uma mesma plataforma, caso opte por dar ainda mais opções para o seu cliente.


>> BAIXE GRÁTIS O EBOOK COM O LEVANTAMENTO DE FORMAS DE PAGAMENTO (incluindo pesquisa comparativa de valores e taxas cobrados por diferentes empresas para emissão de boletos) <<


Cartão de crédito/débito


Caso você ainda não aceite cartão de crédito como forma de pagamento dos seus produtos ou serviços, vale a pena considerar.


Com a crise, muita gente está precisando de um  pouco mais de prazo para pagar suas despesas e até mesmo realizar parcelamentos. Ao permitir o recebimento via cartão de crédito, você abre mais uma possibilidade e ainda ajuda o seu cliente a organizar o pagamento de suas despesas. 


Para quem atende online, é possível criar facilmente um sistema online de pagamento usando plataformas de pagamento como PagSeguro UOL, Mercado Pago, Paypal... 


Não sendo possível usar a maquininha, você pode receber o pagamento enviando um link para o cliente via WhatsApp ou mesmo e-mail. Os links são gerados pelas próprias plataformas. 


Outra maneira de receber via cartão de crédito é através de alguns aplicativos de celular como o PicPay, Ame e Iti. Para receber através desses aplicativos é preciso fazer um cadastro. Tanto você quanto o seu cliente devem ter o app instalado no aparelho de celular. É preciso pesquisar as condições e taxas de cada um, bem como limites.


Com o PicPay, por exemplo, você consegue receber até R$ 800,00 por mês sem cobrança de taxas. O valor pode ser transferido para sua conta corrente sem taxas de transferência. O cliente escolhe a forma de pagamento, podendo parcelar em até 12x e arcando com os próprios juros. Acima deste valor, você passa a pagar uma taxa percentual em cima de cada recebimento. Esse tipo de aplicativo muito comumente oferece vantagens de cashback, que servem como uma espécie de desconto para seu cliente (já que pode receber uma parte do dinheiro pago de volta). Vale à pena se informar se pode ser uma boa opção para o seu negócio.


>> BAIXE AGORA GRÁTIS O EBOOK COM O LEVANTAMENTO DE FORMAS DE PAGAMENTO (incluindo pesquisa comparativa de valores e taxas cobrados por diferentes empresas para emissão de boletos) <<





0 visualização
  • Preto Ícone YouTube
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone Instagram
  • Black LinkedIn Icon