top of page
Buscar
  • Foto do escritorCecilia Gomes

Embora meio atrasada, resolvi testar o ChatGPT. Vocês já fizeram isso?


título do post: O que você pode aprender sobre gestão financeira conversando com o ChatGPT

Confesso que estou muito impressionada. Se tivesse sido eu a escrever o post do zero, estaria muito parecido. Talvez não na linguagem, mas no conteúdo.


O início da minha vida acadêmica não incluiu pesquisa no Google. Adolescente, era Barsa, Enciclopédia Britânica... e tudo mais que estivesse disponível na biblioteca da escola. Todas consideradas fontes confiáveis.


Quando chegou a vez do meu filho precisar fazer trabalhos para a escola, já existia o Google. Lembro da dificuldade de fazê-lo entender que não podia acreditar em qualquer link que viesse na primeira página. Para ele, se estava lá, estava valendo.


Como pessoa "moderna e atualizada", resolvo muito dos meus dilemas cotidianos via pesquisa no Google: receitas, checagem de boatos, como trocar alça de panela, buscando melhores preços e, mais recentemente, onde alugar algum equipamento. Mas sempre checando fontes, comparando resultados... ciente de que tem de tudo na web e, embora esteja ranqueado na primeira página, pode não ser a melhor resposta.


Já li que a tendência será as pessoas pararem de fazer isso nos buscadores e usarem essas ferramentas de IA, como o ChatGPT e o Bard do Google, por exemplo. Por enquanto, sigo no oráculo mesmo.


Bom, meu teste com o ChatGPT foi com a seguinte pergunta: "Como organizar melhor as finanças em uma empresa pequena?"


Apesar de muito impressionada com a reposta, acho que não serve para quem não tem ideia do assunto sobre o qual está perguntando, pois sempre vai ser necessário validar o conteúdo sugerido.


Inclusive está escrito "ChatGPT can make mistakes. Consider checking important information" na barra inferior. Mas que é um muito bom, isso é. Para quem tiver curiosidade, colei a conversa no PDF que está que você pode acessar clicando aqui.


Isso significa que o ChatGPT vai substituir o trabalho dos consultores, já que ele pode dar respostas muito parecidas com as minhas?

Não vejo assim, principalmente pois o maior desafio de todo processo de consultoria é transformar diagnóstico em plano de ação e colocá-lo em prática.

As empresas precisam de ajuda em certas questões que o ChatGPT não pode dar, pelo menos ainda.


O consultor precisa, entre outros, entender a cultura da empresa, como as decisões são tomadas, conhecer as pessoas que estarão participando da implementação do plano de ação e como contornar o lado negro da força que sempre existe.


Aliás, é importante que a empresa (alta e média liderança) participe de todo processo criativo e de implementação. Caso contrário, não tem a menor chance de funcionar e todo trabalho desenvolvido vai morrer na caixa de e-mail de quem o contratou.

Acredito em consultor que dá a mão para o cliente e o apoia no processo. Não tem um ditado que fala sobre ideia sem boa execução não valer muito. É um pouco por aí.

Quer ajuda com a gestão do seu negócio e alguém para ajudá-lo a gerar mais resultado em 2024? Entra em contato :)

Комментарии


bottom of page